Translator

sábado, 27 de outubro de 2012

FESTIVAL DE COMIDA E VINHOS PORTUGUESES EM BANGUECOQUE


Dia 26 de Ouutubro de 2012, com a presença dos Embaixadores de Portugal, Maria e Jorge Torres Pereira, de portugueses e apreciadores da gastronomia portuguesa, residentes em Banguecoque, teve lugar um festival de vinho e comida lusitana no Restaurante Panorâmico Crowne Plaza Lumpini Park gerido por um jovem, dinâmico, português Vitor Santigao.
.
Numa das mesas junto aos embaixadores de Portugal acreditados na Tailândia, sentaram-se empresários tailandeses e os exportadores de vinhos portugueses Luis Pato, João Mariano, Quinta da Penina.
.
Numa mesa sentam-se dois casais  luso-tailandeses, eng. Rui Belo, esposa (lado esquerdo) Duang Kunaporn Belo, Manuel Campos e esposa Pornpana Campos
.
Na imagem. em pé o gerente do restaurante panorâmico Vitor Santiado  ladeado  pelo empresário e promotor de vinhos portugueses, Manuel Castro, Ana Ferreira funcionária da missão portuguesa e Luisa Dutra leitora da língua de camões em uma universidade de Banguecoque.
.
Mário Lemos, treinador dos juniores do maior clube de futebol da Tailândia, Muangtthong United, associou-se à comunidade lusa no festival de vinho e comida.


Vários vinhos portugueses foram servidos durante o repasto.
.

Uma das especialidades, genuinamente, portuguesa e deliciosa foi o bacalhau conventual.
.
Visto que o vinho faz amigos. O produtor e exportador de vinhos da região vínicola da Bairrada, Luis Pato, ainda não tinha terminado o jantar, com excelente dom de "public relations", foi junto às mesas de estrangeiros e portugueses perguntar se estavam a gostar da comida e dos vinhos e logo ali sai uma nova amizade amizade e uma fotografia.
.
Na conversa há sorrisos e risos francos
.
E sai então um brinde a quatro!
Luis Pato continua sua jornada de perguntas aos clientes: "então gostou do vinho e da comida portuguesa?" Depois da conversa há então introdução de amizade, espontânea, com a troca de cartões de visitas.


Não escapou, a Luis Pato, uma mesa e conquistou a simpatia...
.
E outra mesa e mais outras que Luis Pato à boa maneira da Bairrada foi visitar e receber as opiniões.
.
Um close up do sorriso, radiante, da portuguesa Ana Ferreira funcionária da missão diplomática portuguesa acreditada em Banguecoque. Um amor de jovem mulher!


O casal luso tailandês Pornpana e Manuel Campos num momento de ternura no final da festa...!!!
.
A Sherry uma simpatia de jovem, cara bonita e proprietária da  empresa importadora, "Tchin Tchin" que vende, exclusivamente, vinhos portugueses para a Tailândia.
Luis Pato numa brincadeira de boa disposição para a câmara...


Luis Pato junto ao amigo Santos Lima, também produtor e exportador de vinhos, com branco e tinto pela frente...
Não poderia passar despercebido à lente da nossa Nikon,  Nuno Caldeira da Silva, ex-funcionário da Comissão da Delegação da União Europeia, na capital tailandesa, que já não lhe colocava-mos a vista há mais de um ano, encontramo-lo absolutamente um jovem na já passada casa dos 65. Bem Nuno deixou Banguecoque, reformado e foi viver para Chiang Mai, com um clima fantástico em que velhinhos voltam a meninos... Gostamos de ver, novamente, Nuno Caldeira com a jovial aparência!
 -
Chefe de cozinha Matt Dowel e Vitor Santiago que foram os herois da festa gastronómica portuguesa da noite. Esperamos pela próxima!!!


A ementa

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

UMA CARTA - PARA QUE A MEMÓRIA NÃO SE VÁ...



Exmo Senhor
José Martins

Apanhei o seu valioso  tema dos esquecidos da Ásia ... acrescentando que a memória não se vá para a construção do futuro, permita-me que lhe conte o seguinte:
.
Passei por Malaca depois de uma missão de 3 anos em Timor-Leste. Fi-lo porque meu pai (falecido em 1955) falava da valentia dos marinheiros que chegaram a Malaca em barcos de cascas de nozes, comandados pelo bravo de Afonso de Albuquerque: Neste sonho que sempre me acompanhou, mas  não sabia que chegava ao Bairro Português de Malaca e me recebiam com tanto afeto. 

.

Ouvi suas queixas de abandono de Portugal, falaram de tantas coisas nossas e do Padre Pintado. Acabei por prometer que não os iria esquecer.
 .
Cheguei a Portugal e em 12 de Junho de 2008 nasce a Associação Cultural Coração em Malaca (Korsang di Melaka)
 .
Não tive mais descanso até hoje e muito temos feito em prol de um legado que não podemos deixar morrer.
.
Por 2 vezes visitamos Freixo de Espada à Cinta para visitar as irmãs do Padre Pintado e saber mais sobre SEU  valioso contributo.
.
Fala do Padre Pintado no mesmo artigo. Na certeza que muito nos poderá ajudar para a divulgação da sua influência na cultura da comunidade de Malaca.
.
Um dos nossos objectivos são palestras nas escolas e outras instituições divulgando este legado secular .
.
Estamos ao seu dispor para outras informações, aguardando as melhores noticias.
.
Muito obrigada

Um fraterno abraço da Korsang di Melaka
.
Luisa Timóteo
Presidente da Direção

 .
25.10.2012
Senhora Dona Luisa Timóteo,
.
Muito obrigado pelo seu bonito e-mail.
.
Por mais estranho que possa parecer e depois de uma longa vivência na Tailândia nunca viajei a Malaca. Porém ligado a ela de alma e coração.
 .
Conheci e fui amigo do falecido Padre Pintado e numa das suas viagens à Tailândia mostrei-lhe as coisas, antigas, portuguesas neste Reino.
.
Tenho nos meus arquivos algo de interesse que se refere a Malaca que terei muito prazer em oferecer  à Associação criada: micro-filmes com os registos de nascimento, casamento e óbitos da  Comunidade Lusa-descendente (sec 18 e 19), que Padre Pintado me ofereceu  e outra documentação, fotografias. 
.

Necessito, tempo, de a reunir para depois a expedir para Malaca desde que me informe a direcção.
Abraço lusofóno
José Martins